sábado, 20 de abril de 2013

Perspectiva



















Meu olhar me desencoraja
sinalizando que mais além
a larga alameda florida
finda em beco sem saída.
A experiência me assopra
que lhe dirija desdém.
Sigo em frente com coragem
e, passo a passo, abro passagem.
Então já não me detém
o que parecia findar.
Pois o fim nada mais era
senão o limite do meu pobre olhar.

                                               Ana Lucia Sorrentino



















































































 

Um comentário:

Paulo Tamburro. disse...

OI ANALU,

quanta sabedoria nesta postagem e como é verdadeira a real causa de não vermos, efetivamente, todas as possibilidades dos fatos, sempre que nossa visão se perde pelo meio do caminho.

Isto acontece e muito frequentemente.

Excelente!!!

Um abração carioca.